"Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual porque, sinceramente, sou diferente." (Clarice Lispector)



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Hoje...apenas duas palavras.


Eterna Saudade!

4 comentários:

Elaine disse...

Olá Sol,
Nossas mães que jah se foram deixaram os seus melhores projetos... ”Nós”...

Ser cocriadora e desempenhar o propósito da Natureza sendo o veículo suporte da Vida é uma benção.
Entre um segundo e outro um zóide fecunda um Óvulo.
Duas Metades inteiras num segundo se fundem e explodem para o mistério da Vida.

O amor supremo de uma mãe é único!!!

Linda homenagem querida!
Luz e paz para ti!
Grande Beijo!

Retalhos da Sol disse...

Obrigada Elaine.
Adoro tua presença.
Tuas palavras, sempre sábias, tecem bordados de carinhos nos Meus Retalhos...

Ontem ela completaria 93 anos, partiu, meses antes de completar 90,cumpriu com força e determinação a missão dela, sempre tratando a todos com doçura.
Ficamos, eu e meus irmãos, com a saudade, mas tbm com a certeza que o que ela plantou, floresceu, e a colheita dos frutos é próspera.

Semana de paz p/ ti!
Bjosss enSOLarados.

VIDA E LIBERDADE disse...

Com sua permissão...estou entrando...rs
Muito prazer...sou a Marilis...e vim conhecer esse lindo blog...
Lógo de cara, uma linda e dolorida homenagem ... Sofro com você Sol... pois perdi a minha adorada mãe, também...e sei o tamanho da sua dor....
Em segundo lugar... vim deixar meu abraço e pedir a permissão para voltar mais vezes aqui....
Adorei...
Conversaremos muito ainda....
Grande beijo....
Adorei mesmo... seu blog...do jeitinho que gosto...
Se for ao meu, não repare...está um tanto quanto abandonadinho...mas vou retomar as rédeas novamente...
Beijos nesta madrugada...

Marilis
obrigada...

Retalhos da Sol disse...

Bom dia Marilis...
Ou se me permite, Lisa...afinal já te considero uma “velha” amiga.
Amei sua visita, e sua iniciativa de se apresentar...agora somos “oficialmente” amigas...
Espero que tenha se sentido a vontade nesse meu singelo cantinho...não sou escritora, nem tenho a pretensão de ser poeta, aqui apenas registro “rabiscos” da alma...
Sinta-se a vontade para voltar sempre que quiser e tiver vontade, com certeza sempre haverá um coração enSOLarado p/ te receber...
Não resistir ( e nem era tentação..rsrsr) e fui conhecer o teu...LINDO!!!! Reflete a serenidade que sempre observei nas tuas letras...
Não diria que está “abandonado” e sim “adormecido”, afinal as vezes sentimos necessidade de amadurecer as idéias...de qq forma espero que essas “rédeas” não demorem a serem retomadas...e que a LIBERDADE continue a raiar.

Bjosss enSOLarados !!!