"Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual porque, sinceramente, sou diferente." (Clarice Lispector)



terça-feira, 27 de dezembro de 2011

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A vocês, Amigos !!!

Amigo velho ou amigo novo, velho amigo ou novo amigo, amigo da vida.....

DESEJO UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO REPLETO DE AMOR, SAÚDE E PAZ, todos o resto é consequência!!



Recebi  de uma amiga, a autoria  é desconhecida mas a mensagem é muito verdadeira,  gostei e achei por bem, compartilhar.
Espero que gostem!


"Siga tranquilo por entre o clamor e a impaciência e lembre-se da paz que pode se esconder no silêncio.

Esteja de bem com todos até onde não seja preciso sacrificar seus princípios.


Diga a verdade de modo claro e sereno e ouçam os outros, mesmo os tolos e os ignorantes - eles também têm sua história.


Evite as pessoas vulgares e agressivas, pois elas são vexatórias ao espírito.


Evite se comparar a outros, para não tornar-se vaidoso ou amargo, pois sempre haverá piores e melhores do que você.


Desfrute suas realizações tanto quanto os seus planos.


Interesse-se por sua profissão, por mais humilde que ela seja; ela é um bem verdadeiro na sorte inconstante da vida.


Tenha prudência em seus negócios, pois o mundo está cheio de traições. Mas não deixe que isto o torne cego para o valor; são muitas as pessoas que lutam por ideais nobres e por toda a parte a vida está cheia de heroísmo.


Seja autêntico, sobretudo não simule afeição. Mas tampouco descreia do amor, pois face à toda aridez e desilusões, ele é tão perene quanto a relva.


Aceite graciosamente o conselho dos anos, abrindo mão a bom grado das coisas da juventude.


Fortaleça seu espírito, para poder enfrentar o golpe súbito do destino, mas não se torture com produtos de sua imaginação. Muitos pesadelos são filhos do cansaço e da solidão.


Tenha uma disciplina sadia, mas não exija demais de si mesmo. Você é uma parte do universo, como as árvores e as estrelas: você tem direito a estar aqui. E, quer lhe pareça claro ou não, o universo está seguindo como deveria.


Portanto, esteja em paz com Deus, qualquer que seja sua concepção do mesmo; e, quaisquer que sejam suas vicissitudes e aspirações, no ruidoso tumulto da vida, estejam em paz com sua consciência. Apesar de todas as falsidades, todas as canseiras e todos os sonhos desfeitos, o mundo é bonito."


Sorria para a vida!


Procure ser feliz!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Life Vest Inside - Kindness Boomerang - "One Day"



Dispensa comentários.
Apenas um desejo:

Que esse dia não demore a chegar !!!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Busca


Busco uma palavra.  
Apenas uma.
Que traduza toda inquietude
Que em minh’alma reluz
Onde encontra-la?
Vasculho...
Ruas escuras,
Caminhos estreitos,
Alamedas floridas,
Lugares distantes...
Nos olhos, estrelas cadentes ,
Mãos abertas, coração em descompasso .
Falta-me o ar...
Paciência!
Calmamente, espero...
Entregue a poesia!
                                               By Sol

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Chegou dezembro, e com ele...


Mais um Natal se aproxima.

O Natal é uma data que encanta por sua tradição, por belas decorações em todo o mundo e por ser considerada a data que trás luz ao coração de todos, transmitindo amor ao próximo, prosperidade e felicidade.

Esta data, para muitos, é celebrada religiosamente como o dia do nascimento de Jesus Cristo. Onde o menino Jesus nasceu em uma manjedoura em Belém. Entretanto, esta celebração é mais antiga e comum antes do dia 25 de Dezembro.

O Natal tem inicio com os europeus, que celebravam o fim dos dias do inverno com a chegada da luz e dias mais longos. Em outras palavras, era uma comemoração pagã do retorno do Sol.

Essa celebração era comemorada em toda parte do mundo, mas sem uma data fixa para acontecer. No século 4 AC, o então Papa Julius I muda para sempre a história do Natal, determinando uma data (25 de Dezembro) como o dia que seria celebrado o Natal e o nascimento de Cristo. A fim de transforma uma festa pagã em uma comemoração religiosa.

Vamos fazer do Natal um momento de reflexão e crescimento, e acreditar que vale a pena viver, celebrar e agradecer o Novo Ano.
Que o espírito natalinos encha nossos corações durante todos os dias do Novo Ano para que, nos pequenos gestos do nosso dia-a-dia, possamos proporcionar a todos aqueles que nos cercam alegrias e compreensão.
Reine a Paz , o Amor e a Harmonia em nossas vidas,
Amém !!!
FELIZ NATAL !!!!
                                   By Sol

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

DESAFIO DA DJA - TOCANDO EM FRENTE


Uma linda amiga, que este mundo blogueiro me presenteou, me enviou este desafio.

Aceito!

Mas, como boa “patifa”(assim ela me chama) que sou, vou quebrar as “regras” do desafio, apenas respondo, sem repassá-lo.

Aqueles que, porventura, tbm quiserem aceitá-lo, fiquem à vontade. (Vestidos ou não..rsrs)

DJA querida, obrigada!!!!

Sem querer, o desafio me fez relembrar sonhos, vontades, desejos...e até repensar os defeitos...rsrs

Bjosss enSOLarados para ti e para todos que por aqui passam!!!!!



5 coisas que eu quero fazer antes de morrer:


- viajar, viajar, viajar, ainda há muito para conhecer...
- meu curso de fotografia.
- mergulhar em Fernando de Noronha.
- Amar... amar... amar.
- Envelhecer... envelhecer... envelhecer ao lado do meu “velhinho”!...rsrs


 5 coisas que faço bem:


- agradecer a Deus. SEMPRE!
- cuidar da família e dos amigos com esmero.
- planejar e traçar roteiros de viagens.
- pratos com bacalhau (a origem não nega).
- rir de mim mesma.

5 defeitos:
Que dificuldade!!!!! 5mil seria bem mais fácil. rsrs

- teimosa, como uma mula, com o que quero, afinal, "lutar sempre... desistir, jamais!"
- perfeccionismo?!?! (alguns dizem que é qualidade... )
- impaciência, lerdeza me tira do sério...
- As vezes, na verdade, raras vezes sou SÓ um pouquinho mandona; kkkkkkk
- e muitos, muitos outros...


5 coisas que adoro:


- minha família. (marido, filhos, neta, amigos(sim, são da família ...)
- minha casa.
- praia.
- chocolate.
- meu sorriso.

5 coisas que eu detesto:

- falta de caráter.
- hipocrisia
- casa bagunçada
- pessimismo
- pc dando erro!!!! Essa atualmente é a pior... ;)



Aí está DJA!
O maior desafio foi listar apenas CINCO!...
Amei.


"A única coisa tão inevitável quanto a morte é a vida."
Charles Chaplin

sábado, 26 de novembro de 2011

De perder o folego...



( Glaciar Perito Moreno Patagônia - Argentina )

Sem palavras para descrever tamanha magnitude...
Diante de tão bela e exuberante paisagem
Apenas uma certeza:
A Natureza é Obra Divina!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Voltei....


O "Fin Del Mundo" é Lindo !!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 12 de novembro de 2011

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

hOje bateU...


S
A
U
D
A
D
E
!


Saudade

de Bastos Tigre

Saudade – palavra doce,
Que traduz tanto amargor,
Saudade é como se fosse
Espinho cheirando a flor.

Saudade – ventura ausente,
Um bem que longe se vê,
Uma dor que o peito sente,
Sem saber como e porquê.

Um desejo de estar perto,
De quem está longe de nós;
Um ai que não sei ao certo
Se é um suspiro ou uma voz.

Um sorriso de tristesa,
Um soluço de alegria,
O suplício da incerteza
Que uma esperança alivia.

Nessas três sílabas há de
Caber toda uma canção,
Bendita a dor da saudade
Que faz bem ao coração.

Um longo olhar que se lança
Numa carta ou numa flor;
Saudade, irmã da esperança,
Saudade, filha do amor.

Uma palavra tão breve,
Mas tão longe de sentir!
E há tanta gente que a escreve
E a não sabe traduzir.

Gosto amargo de infelizes
Foi como a chamou Garret;
Coração calado, dizes
Num suspiro o que ela é.

A palavra é bem pequena,
Mas diz tanto, de uma vez!
Por ela valeu a pena
Inventar-se o português.

Saudade – um suspiro, uma ânsia,
Uma vontade de ver
A quem nos vê, a distância,
Com olhos de bem querer.

A saudade é calculada,
Por algarismos também:
Distância multiplicada,
Pelo fator – querer bem.

A alma gela-se de tédio,
Enchem-se os olhos de ardor.
Saudade – dor que é remédio
Remédio que aumenta a dor!...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Pausa


                       É a ausência que faz nascer o pensamento.

                                                                                       em Livro - José Luís Peixoto

domingo, 6 de novembro de 2011

Feliz Aniversário!!!!


Parabéns Amor !!!
 Deus te abençoe e proteja, sempre.
Te Amo !!!
                                     Tua Sol.


sexta-feira, 4 de novembro de 2011

RG (Identidade)


RG

Sou esta
de Vida talhada
em sentimentos intensos
palavras contraditórias
atitudes leais.

De abraços afetuosos,
dores adormecidas
nas gavetas do tempo
e das lembranças guardadas
em papel de seda embrulhadas
que revisitadas
revivem alegrias.

Sou a que, entre gritos silenciosos,
sussurros acolhedores,
desejos sedutores
e ousadias
busca a felicidade...
em passos firmes
sigo na ponta dos pés
trilhando a vida.

Sou esta,
uma mente aberta
numa alma secreta
de coração resplandecente.

                                                              By Sol

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

PeNsaMeNtoS !!!!


Pensamentos
Passatempo das ideias
Que a vagar livremente
Ao encontro do encanto
Sonham !!!!
                          By Sol


"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens."
Fernando Pessoa

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Letras, versos e sentimentos de Maga Froes

Uma linda Amiga, incentivadora e cúmplice...


"O poema reside em mim
Não há jeito
Quero arrancar de dentro do peito
Repito e repito...

O poema está aqui, sempre...
A esperar...
A germinar.
No seu olhar habitam todos os mistérios,
Traem/atraem
Confundem minha poesia.
Versos silenciosos
Teimam em gritar
Seu nome."







"Meus desertos caminhos embaralham-se...
Todas as certezas, repletas de dúvidas...
Não sei onde piso...
Tateio entre espaços vazios,
Tropeço na noite sem sonhos
Acordo o dia...
Vago pelas ruas desertas...
Em busca do amanhã."

"Ontem, busquei seus olhos,
Distantes dos meus.
E a cada olhar atento,
Brotavam, em pensamento,
Versos que seriam seus.
Desejei amar-te novamente
Juntar palavras para definir o que senti,
A pele hoje sente falta,
Do toque, de ontem...
Os sentidos alertas,
Relembram aromas e sabores...
O real tem magia,
Tem poder.
Meu corpo, não consegue parar
De te querer."




"E tudo que eu quero agora é
Estar perto, junto, dentro...
não preciso mais procurar.
Você é o verso que busco,
a rima que palpita em mim.
Em seus olhos enigmáticos, profundos,
Poço sem fim...
Encontro a Poesia, num eterno repetir
Forma improvável da razão,
Desejos de poeta, transcritos em palavras,
Matemática da vida...
Ciência exata da emoção,
Arquitetura da ilusão..."

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Tchau...


Te Amo!
Breve estaremos, novamente, juntos.


"Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz"
( "Tocando em Frente" Almir Sater)

domingo, 23 de outubro de 2011

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

AZuL...da coR do MaR!!!!


Natureza

Esbanjando exuberância!!!!

(Foto tirada hoje às 16:00h, na Praia do Recreio -RJ)

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

FoMe...


Gosto de comer bem e sortido,
Comer com fome e com desejo
Cerejas, mel, abraços e beijos...
Sentimentos...
                               By Sol



"Eu gosto dos que têm fome, dos que morrem de vontade, dos que secam de desejo, dos que ardem".
[Adriana Calcanhoto]

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Estou de volta...sem ir, imprevistos.

Porque a vida também é feita de mudanças de planos inesperados...

Adormecido desde 1960, o vulcão chileno Puyehue entrou em erupção no dia 4 de junho após um terremoto, e desde então tem gerado transtornos por onde suas cinzas avançam.

Nesse fim de semana, o Puyehue voltou a espalhar suas cinzas e todos os voos com saída no Brasil para Buenos Aires foram temporariamente cancelados.

Tradução: Adeus semana de férias!!!!

Voltei...sem ir!

Vida que segue...

a sorrir e a cantar

enSOLarada!


A grande questão não é aquilo que nos acontece,
mas sim a maneira como reagimos ao que nos acontece.”
(autor desconhecido)

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Vou, mas volto já...


"De vez em quando você tem que fazer uma pausa e visitar a si mesmo."
Audrey Giorgi

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ímpar...


O que saberás de mim é a sombra da flecha que se fincou no alvo.
(Clarice Lispector Água Viva, 2.ª edição, Artenova, Rio, 1973 pág 19)

domingo, 9 de outubro de 2011

Desejos de “TransFLORmAção”


Que tudo o que mais lhe importa,  floresça!
(Ana Jácomo)

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

ArrepIo de fElicIDADE!


Felicidade é tudo aquilo que faz
Alma, coração e cabelos
Livremente
Arrepiarem...
Até a raiz!!!!
                            By Sol





"Bate, bate, bate coração
Não ligue, deixe quem quiser falar
Porque o que se leva dessa vida, coração
É o amor que a gente tem pra dar
Porque o que se leva dessa vida, coração
É o amor que a gente tem pra dar
Oi, tum, tum, bate coração
Oi, tum, coração pode bater
Oi, tum, tum, tum, bate coração
Que eu morro de amor com muito prazer"
(Bate Coração - Elba Ramanho)



Disse o mais tolo: "Felicidade não existe."
O intelectual: "Não no sentido lato."
O empresário: "Desde que haja lucro."
O operário: "Sem emprego, nem pensar!"
O cientista: "Ainda será descoberta."
O místico: "Está escrito nas estrelas."
O político: "Poder"
A igreja: "Sem tristeza? Impossível.... (Amém)"

O poeta riu de todos,
E por alguns minutos...
Foi feliz!
(Felicidade? Teatro Mágico)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Toques do Silêncio


Silêncio...
Por vezes necessário e tranquilizador
Outras um tanto perturbador...

Silêncio...
Um triste desalento,
Ou um sensível tempero
Que renova nossos pensamentos
E restaura nossas energias?

Silêncio...
Inesquecível silêncio
Que bailando em nosso coração
Tece armadilhas
Entre flores e estrelas
Aduba esperanças
E numa insólita alquimia
Colore de alegrias e en-cantos
As contradições da vida!

                                                                                   By Sol
 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Sonhar e conquistar...

Para conquistar nossos sonhos é preciso ter coragem de ver e ir além...(By Sol)


“O sonho é ver as formas invisíveis
Da distância imprecisa, e, com sensíveis
Movimentos da esperança e da vontade,
Buscar na linha fria do horizonte
A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte -
Os beijos merecidos da Verdade.”
(Fernando Pessoa “Horizonte”)

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Primavera!!!! Mais uma vez...


Mais uma vez...
Pelas estrelas da noite,
Pela lua que inspira,
Pelas brisas da manhã,
Pelo sol que aquece
Pelo perfume do dia
Por nossos amores puros.
Por nossos pensamentos...
Mais impuros...
Por esses desejos que consomem
Por essas vontades bandidas
Pelo prazer que só em ti encontro...
Mais uma vez...
Amanheceu primavera!!!!
                                             By Sol




Primavera
A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.
Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.
Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.
Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.
Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.
Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.
Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.
Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.
Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.
(Texto extraído do livro "Cecília Meireles - Obra em Prosa - Volume 1", Editora Nova Fronteira - Rio de Janeiro, 1998, pág. 366.)