"Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual porque, sinceramente, sou diferente." (Clarice Lispector)



terça-feira, 14 de junho de 2011

Em mim...


Em mim,
Meu maior crime é
Ter uma alma explosiva
Onde harmoniosamente convivem,
fogos de artifícios, pólvora e paixões...
Uma chama reluzente
Que convida à subversão.

Em mim,
Há algo que não se doma
Desejos que cavalgam
Buscam o perigo
Como o ar que respiro
Essa força irradia
Violenta doçura
Fera da sedução.
Mora em mim
Paixão!
                                                               By Sol


4 comentários:

Bandys disse...

Solzinhaaaaaaaaaaaaaaaaa, ter uma alma explosiva já diz tudo. hahahha. Te vi ontem lá no esconderijo, mas peguei uma gripe e fui fazer charminho pro bandydão. hahahahah.(Tudo na cama)

Seu poema tá lindo, eu adorei.Você vyrou uma verdadeyra bandyda, hahhaha.

Muitos beijos nessa alma explosiva.

A.S. disse...

Ah!... adoro teu desejo indomável!
Tua natureza rebelde,
teu prazer insaciável...


Beijos meus!
AL

inttimus disse...

"Onde harmoniosamente convivem,
fogos de artifícios, pólvora e paixões..."

Vc é pura luz !


Se vc continuar caminhando ao meu lado com certeza será muito mais delicioso.


saudades... beijos sem fim !

Bandys disse...

Oi Solzinha,
Tu viu?? Kraca quando abri o bolg e não tinha nada não acreditey.
Abri a caixa de email e ja tinha uns 10 emails...um que ligou as 6.30 do Maranhão(hahahahahaha) mas bandydão tava dormindo e perguntou quem é ? eu disse sei la é engano e desliguei o celular...nem imaginava.
Sol quer saber, acho ate no final foi melhor assim só ficam os adultos e os idiotas caem fora.
Obrigado pelo relo recado no poeta e no esconderijo..

A vida vale a pena pelos amigos que tenho.

Beijos