"Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual porque, sinceramente, sou diferente." (Clarice Lispector)



segunda-feira, 21 de março de 2011

Pausa...


Outono

J. G. de Araújo Jorge

O outono já chegou - aos arrufos do vento

as folhas num desmaio embalam-se pelo ar...

- vão caindo... caindo... uma a uma, em desalento

e uma a uma, lentamente, vão no chão pousar...

O céu perdeu o azul - vestiu-se de cinzento

e envolveu na neblina a luz baça do luar...

- na alameda onde vou, de momento a momento,

há um gemido de folha a cair e a expirar...

O arvoredo transpira as carícias dos ninhos,

e o vento a cirandar na curva das estradas

eleva o folhareu no espaço em redemoinhos...

Há um córrego a levar as folhas secas em bando...

- e à aragem que soluça entre as ramas curvadas,

parece que o arvoredo em coro está chorando!...


...ciclo eterno da vida...
Há momentos em que nosso coração necessita “outonar”, para despertar renovado...
                                                                                                                                  By Sol


10 comentários:

meus instantes e momentos disse...

que bom conhecer teu blog. Ler teu perfil.
Muito bom tudo aqui.
Maurizio

Bandys disse...

Solzinha,
É sempre bom fazer essa pausa mesmo. Que voce venha renovada e cheia de inspiração.

A andorinha partiu.
O Sol mais cedo se deitou.
A chuva miudinha caiu,
Então o Outono chegou.

E se puder passe por la.
Ficarei esperando o teu renascer,

beijos e + beijos

dja disse...

Oie lindona



...ciclo eterno da vida...
Há momentos em que nosso coração necessita “outonar”, para despertar renovado...
Verdade lindonaa

Beijos nesse coração lindo.

Edson Marques disse...

Vim buscar um pouco de Sol e deixar algumas flores...


Adorei as Ruas de Outono!

Seja feliz!

Edson Marques disse...

Voltei porque o SOL aqui está lindo.

Vim dividi-lo com você.

E trazer flores - no caso, agora, lírios!

dja disse...

Oie minha Sol lindona

Vim te deixar um beijinho e desejar um ótimo fim de semana, bem ensolarado, lindo e maravilhoso como vc, cheia de carinho e amor.

Beijos minha lindona

P:S: Pelo menos de sol e flores (do Edson) vc já vai ter rsssss


Te doloooooooooo

Emoções disse...

(Os poetas)

Seres de sangues incoaguláveis, de feridas abertas e incuráveis, seres que precisam sentir em dobro para traduzir o que outros sentem, esses são os poetas. Poetas não nascem para ter, nascem para sentir falta.

VIDA E LIBERDADE disse...

Toda vez que nossa alma nos solicita um outono ,mais precoce, devemos atendê-la, porque é nesse momento que nos encontramos conosco, pesamos os prós e contras, colocamos na balança cada detalhe da nossa vida para continuar dando a ela, o brilho de que necessita...
Nossa alma é feliz , às vezes a ofendemos com algumas atitudes... ela se dói, cansa nosso corpo,e pede socorro...
Feliz volta minha ensolarada amiga...
Que nesse período de pausa, você retorne amando ainda mais...por que a cada dia que passa o amor sempre tem que voltar mais forte...

ADORO VOCÊ...

SEMPRE!!!

BEIJOS SAUDOSOS

LISA

VIDA E LIBERDADE disse...

Querida turista.... rsrs

Espero você lá:

http://souminhaliberdade.blogspot.com/2011/03/o-ciume.html

resolvi tirar a sabiá da janela....

rsrsrs

adoro seu calor....Sol....

beijos

Retalhos da Sol disse...

Que delícia voltar e encontrar meu cantinho movimentado...

Adorei cada palavrinha aqui eternizada, o carinho de vcs faz o meu Coração ficar muito mais enSOLarado!!!

Obrigada e bjossss a TODOS que por cá andaram!!!